Notícias
Manaus empata com o Ferroviário e dorme no G4
Série C
07.11.2020 - 20:25 - Amazonas

Em jogo equilibrado e marcado por um golaço de Hamilton, em golpe de taekwondo à la Zlatan Ibrahimović, Manaus FC e Ferroviário empataram em 1 a 1 neste sábado, na Arena da Amazônia, na capital amazonense, pela 14ª rodada da Série C do Brasileirão. Os visitantes saíram na frente com Willian Lira, mas o time da casa chegou ao empate ainda no primeiro tempo.

Com o empate, os rivais mantêm as mesmas posições na tabela de classificação ao menos até este domingo, quando Jacuipense e Paysandu se enfrentam em mais um confronto direito por uma vaga no G4. O Manaus subiu para 19 pontos, na quarta posição, enquanto o Ferroviário foi a 18, em quinto. Se a partida entre Jacupe e Papão tiver um vencedor, este time, automaticamente, passa a ocupar o quarto lugar, independentemente de quem seja.

O Manaus volta a campo no próximo sábado, contra o Treze-PB, no estádio Amigão, em João Pessoa, pela 15ª rodada da fase classificatória. Já o Ferroviário faz mais um confronto direto, dessa vez contra o Jacuipense. A partida será no mesmo dia, mas no estádio Domingão, no Ceará.

O jogo - A partida começou estudada na Arena da Amazônia. A primeira chance, porém, veio com o time da casa. Aos oito minutos, após o Ferrão sair jogando errado, Daniel Costa ficou com a sobra na entrada da área e chutou de primeira para forçar boa defesa de Nícolas. Se parecia que o Gavião ia começar a valer o fator casa, o cenário foi justamente o oposto. O Ferroviário abriu o placar dois minutos depois. Após bobeada da zaga esmeraldina, que tentou fazer linha de impedimento, Willian Lira apareceu por trás da zaga, driblou Jonathan e abriu o placar.

Os visitantes, então, implantaram uma blitz e só não aumentaram a contagem por falta de pontaria. André Mensalão, aos 21, Adriano Paulista, aos 26 e na mais incrível, dentro da pequena área, e Vitão, aos 28, desperdiçaram boas chances. A parada técnica, aos 30, caiu como uma luva para Luizinho Lopes, que conseguiu corrigir as falhas defensivas e arrumar o ataque. Prova disso que o gol do empate, marcado por Hamilton, veio aos 35, num golaço em golpe de taekwondo. Rossini ainda perdeu duas boas oportunidades, aos 41 e 42, antes do intervalo.

A segunda etapa nada teve a ver com os primeiros 45 minutos. As equipes, desgastadas pela forte movimentação implantada no primeiro tempo, contaram com muitas mudanças, mas nenhuma que alterasse o placar parcial. O Ferroviário, ao menos melhor postado, ainda conseguiu chegar algumas vezes com perigo, porém o goleiro Jonathan não fez sequer uma defesa difícil.

A partir dos 35, entretanto, o jogo ganhou em emoção. Primeiro Hamilton acertou o travessão após bola passa em elevação - e resvalado - de Rodrigo Fumaça. Em seguida, Daniel Costa recebeu de Tsunami na entrada da área, chutou forte, mas Nícolas fez grande defesa. Rodrigo Fumaça e Jorginho ainda protagonizaram choque feio de cabeça, mas que não passou de um susto. No fim, Jonathan ainda salvou o Manaus da derrota após finalização rasteira de Vitor Xavier.

Foto: João Normando
Fonte: Globoesporte.com
 


© Copyright 2004 - 2021 / Todos os direitos reservados ao Futebol do Norte