Notícias
Acreano-2020 está ameaçado pelo Covid-19
Estadual
25.03.2020 - 17:44 - Acre

Sem data para retorno, o Campeonato Acreano está paralisado há mais de duas semanas. Os clubes estão com atividades paralisadas para não expor seus atletas ao vírus da pandemia causada pelo Covid-19. O Galvez, clube que venceu o primeiro turno do estadual ao derrotar na decisão o Atlético Acreano por 4 a 0, tomou a decisão de liberar seus atletas de outros estados para voltarem aos lares na semana passada.

A crise sanitária é preocupante e a própria Federação de Futebol do Acre (FFAC) durante a semana resolveu liberas seus funcionários das atividades para não expô-los ao vírus.

Prejuízo financeiro

Uma das preocupações dos dirigentes dos clubes locais, principalmente aqueles de menor orçamento, diz respeito ao prazo de encerramento dos contratos dos seus atletas. O presidente vascaíno Renato Machado, o Lobinho, explicou que os contratos dos seus jogadores serão encerrados no próximo dia 10 de abril e não existe dinheiro em caixa para prorrogá-los.

A realidade do Vasco Gama não é diferente da maioria dos demais clubes locais, pois além da ausência de recursos para efetuar o pagamento da prorrogação dos contratos, as agremiações terão dificuldades para arcar com mais um mês de salários e encargos aos seus atletas e membros de comissão técnica, isso se a competição retornar dentro de duas semanas ou mais.

Náuas, Plácido de Castro e Rio Branco, apesar de paralisar suas atividades, estão dispostos e otimistas quanto à retomada da competição, mas também preferem aguardar uma posição da FFAC.

Galo também paralisa atividades

Nesta terça-feira (24), o presidente celeste Elison Azevedo também comunicou à imprensa que as atividades do clube estão suspensas e os atletas de outros estados estão retornando para os seus lares – alguns deles até já teriam embarcado para suas cidades de origem. O dirigente explica que a situação sanitária é preocupante e não acredita na retomada do estadual em curto prazo, mas prefere aguardar uma definição oficial da Federação de Futebol do Acre (FFAC).

Neste primeiro turno do Campeonato Acreano 2020, o Galo Carijó finalizou o torneio na segunda posição e, caso seja usado o critério técnico do turno desta temporada para a distribuição de vagas as próximas edições da Copa do Brasil e Série D, o clube estaria contemplado.

Calendário

Outro fator que conspira para a não continuidade do estadual diz respeito ao calendário das competições organizadas pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), apesar de nosso futebol ter uma gordura de quase dois meses antes da entrada dos clubes nos gramados para a primeira rodada do Campeonato Brasileiro da Série D.

Patrocinador sem retorno

O certo é que a paralisação das competições, apesar de necessária para a preservação da vida do ser humano, custará caro para os cofres dos clubes, não somente os locais, mas também para as demais agremiações mundiais.

Os milionários contratos de patrocínio envolvendo empresas, emissoras de televisão e clubes, podem sofrer mudanças com a crise sanitária do Covid-19. Nas regiões onde os investimentos praticamente são nulos, onde o futebol local está inserido, praticamente não existe pressão pelo retorno das competições, mas nos grandes centros, apesar de nenhum clube/marca solicitar publicamente a retomada do calendário, a paralisação não está dando o retorno esperado aos patrocinadores e, para piorar a situação, os investidores ainda contam com o fechamento do comercio, assim não expondo suas marcas a serem comercializadas diariamente com milhares de torcedores.

Foto: Manoel Façanha
Fonte: Manoel Façanha
 


© Copyright 2004 - 2020 / Todos os direitos reservados ao Futebol do Norte