Notícias
Pedido de anulação de Náutico x Paysandu será julgado na sexta-feira
Série C
16.09.2019 - 19:54 - Pará

O pedido de anulação do jogo de volta das quartas de final da Série C, entre Náutico e Paysandu, será julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) na próxima sexta-feira, conforme anunciado nesta segunda. A partida em questão, disputado nos Aflitos, no dia 8 de setembro, garantiu o acesso do Timbu à Série B e o Papão fez a denúncia na expectativa de ter uma nova chance de subir.

O STJD acatou o pedido do Paysandu na última sexta-feira e determinou a não homologação do resultado da partida. A entidade, no entanto, optou por não paralisar a Terceira Divisão nacional, tanto que o Náutico jogou a semifinal normalmente no último domingo e perdeu por 2 a 1 para o Juventude.

No domingo, o árbitro Leando Pedro Vuaden viu toque de mão de Uchôa e marcou um pênalti a favor do Náutico, em decisão muito contestada pelos visitantes, aos 49 minutos do segundo tempo, quando o Paysandu vencia por 2 a 1. Jean Carlos converteu a cobrança e levou a disputa para as penalidades, que terminou com a vitória e o acesso do clube alvirrubro.

ERRO DE DIREITO

O Paysandu, que usa a anulação do duelo entre Aparecidense e Ponte Preta, na Copa do Brasil deste ano, e duas partidas anuladas pela Fifa como exemplo, entende que a marcação do árbitro Leandro Pedro Vuadenconfigura erro de direito, de maneira que fere o Art. 259, parágrafo 1º do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).

"A partida, prova ou equivalente poderá ser anulada se ocorrer, comprovadamente, erro de direito relevante o suficiente para alterar seu resultado”, diz o trecho citado pelo jurídico bicolor.

Foto: Jorge Luiz/Paysandu
Fonte: Futebol Interior
 


© Copyright 2004 - 2019 / Todos os direitos reservados ao Futebol do Norte