Notícias
CBF inova e confirma árbitra para a final da Série D
Brasileirão
13.08.2019 - 16:34 - Amazonas

Edina Alves Batista já foi exemplo nessa temporada. Após quebrar um tabu de quase 15 anos sem uma árbitra mulher apitar um jogo da Série A do Campeonato Brasileiro, a juíza comandou a arbitragem no duelo entre CSA e Goiás pela sexta rodada, Edina alcançará mais um marca na carreira. Ela irá apitar de forma inédita a decisão da Série D do Campeonato Brasileiro no próximo domingo (18).

Depois de terem ficado no empate por 2 a 2 no duelo de ida, Manaus-AM e Brusque-SC voltam a se encontrar neste domingo (18), às 16h, na Arena Amazônia para decidir com quem fica o título da quarta divisão nacional. Quem vencer fica com a taça, em caso de um novo empate, a decisão irá para os pênaltis. No duelo, Edina Alves Batista irá ser auxiliada por Alex Ang Ribeiro e Daniel Paulo Ziolli, ambos de São Paulo.

TRAJETÓRIA DE EDINA

Presente na arbitragem brasileira desde 2001, Edina Alves Batista atuou como assistente até 2014, quando decidiu se tornar árbitra. Em 2019, ela recebeu o escudo da FIFA. Fã de Heber Roberto Lopes, a profissional trocou o Paraná por São Paulo para intensificar seu treino visando a Copa do Mundo de futebol feminino.

Edina representou o Brasil na França, ao lado das assistentes Neuza Back e Tatiane Camargo. A mudança fez a profissional trabalhar bastante em 2019. Ela comandou partidas da Copa São Paulo de Juniores, das Séries A2 e A3 do Paulistão, da Série B do Brasileirão e também do Brasileirão Feminino Série A1. A árbitra, por sinal, apitou as duas últimas finais da categoria e também tem no currículo a decisão de 2014. No ano passado, Edina arbitrou partidas das Séries C e D do Brasileirão.

Foto: Kin Saito/CBF
Fonte: Futebol Interior
 


© Copyright 2004 - 2019 / Todos os direitos reservados ao Futebol do Norte