Notícias
Presidente do Nacional explica que R$ 500 mil é desejo, mas ainda busca recurso
Copa Verde
14.06.2019 - 11:30 - Amazonas

Na última segunda-feira, o presidente do Nacional, Nazareno Pereira, afirmou que estimava um investimento, entre manutenção da base e contratação de reforços, em torno de R$ 500 mil. Dias depois, o dirigente fez questão de esclarecer que o valor é um desejo para montar uma equipe competitiva, mas que ainda não tem esse recurso.

- A fórmula é montar primeiro uma estrutura, que é a questão financeira, por volta de R$ 500 mil montaríamos uma boa equipe. Hoje, essa é nossa principal dificuldade. Estamos buscando patrocínios, mas está difícil. Nós queremos montar um time competitivo, para brigar pelo título. Temos de respeitar a história do Nacional - esclareceu o dirigente.

Segundo o dirigente, assim como os demais clubes amazonenses, o Leão da Vila Municipal também enfrenta problemas financeiros, o que atrapalha a disputa nas competições. O Naça está tentando montar seu elenco para disputar a Copa Verde que começa no mês de julho, mas a questão financeira se tornou um entrave.

- A realidade é essa. Não se faz futebol sem uma estrutura, precisamos desse orçamento para disputar a Copa Verde e isso nós estamos buscando diariamente - completou.

Técnico e elenco

A previsão é que o novo treinador do Naça seja anunciado ainda nesta sexta-feira. O clube também conta com sete jogadores que disputaram o estadual e renovaram com o Naça: André Regly (goleiro), Bernardo e Paulinho Nascimento (lateral), João Pedro (zagueiro), Alison e Felipe (volante) e Romarinho (atacante).

Na estreia da Copa Verde, o Leão encara o Humaitá-AC, no dia 24 de julho, fora de casa.

Foto: Carolina Fonseca
Fonte: Globoesporte.com
 


© Copyright 2004 - 2019 / Todos os direitos reservados a Futebol do Norte