Notícias
"Rio Branco passa por uma situação muito ruim", diz Jader de Andrade
Bastidores
26.05.2019 - 19:46 - Acre
Foto: Ivonisio Lacerda Jr

Um resultado, histórico, humilhante e esmagador que deixou a participação do Rio Branco-AC no Campeonato Brasileiro da Série D muito perto de um fim precoce. A goleada por 6 a 1 sofrida para o São Raimundo-RR, neste sábado, pela quarta rodada do grupo 1, expôs as vísceras de um clube que tentava se reerguer no ano em que completa 100 anos - no próximo dia 8 de junho – , e que está praticamente eliminado sem sequer demonstrar forças para brigar por um lugar na segunda fase até a última rodada.

Com um ponto somado em quatro jogos, o Estrelão tem poucas chances de classificação e vai precisar vencer nas duas rodadas finais da fase de grupos, além de torcer para que Barcelona-RO e Fast-AM não somem pontos. Para o treinador Jader de Andrade, além da equipe não render durante os jogos, os problemas extracampo campo do clube acabaram pesando para a campanha decepcionante na Série D.

– Não fomos bem, o time não se comportou de forma que deveria, pois estamos perdendo jogador a todo momento. O clube passa por uma situação muito ruim, o que reflete dentro de campo – desabafou em entrevista à Rádio Difusora de Roraima 540 AM.

Os problemas do Rio Branco-AC vão além da má campanha na temporada. Dificuldades financeiras atrapalham, muitas de processos judiciais de ex-jogadores, além da ausência de uma diretoria com comando de um presidente que se dedique ao clube. Desde a saída do ex-presidente Lourival Marques, em novembro de 2016, que o Rio Branco-AC não tem um presidente eleito, sendo gerido por uma comissão temporária.

O Estrelão volta a campo sábado (1º), contra o Fast-AM, às 18h (de Brasília), no estádio da Colina, em Manaus, capital do Amazonas, pela quinta e penúltima rodada do grupo A1.

Fonte: Globoesporte.com
 


© Copyright 2004 - 2019 / Todos os direitos reservados a Futebol do Norte