Notícias
Manaus goleia o Galvez e lidera o grupo A2
Série D
11.05.2019 - 22:48 - Amazonas

O Manaus venceu mais uma, atingiu a marca de 15 jogos sem derrotas e ainda se isolou na liderança do grupo A02 na Série D do Campeonato Brasileiro, mas a atuação não foi perfeita. E o placar elástico, 5 a 2, engana a fragilidade da segunda etapa. Impecável até os 10 minutos do segundo tempo, quando abriu 3 a 0 com facilidade, o time sentou em cima da vantagem e levou uma pressão desnecessária. Ainda assim garantiu a segunda vitória consecutiva pela quarta divisão, neste sábado, na Colina, na capital amazonense.

Os gols do jogo

O Manaus abriu o placar com Mateus Oliveira, de cabeça, aos 24. Derlan fez o segundo, aos 40, ainda no primeiro tempo. Mateus fez o terceiro, em contra-ataque fulminante, aos sete da segunda etapa. O Galvez diminuiu aos 22, com Adriano. Jean Carlos fez o quarto, aos 41. Adriano fez mais um, o segundo dele no jogo, aos 47, e o camisa 14 do Manaus também deixou seu segundo no jogo, aos 48.

Como fica?

O Gavião do Norte manteve os 100% de aproveitamento e se isolou na liderança do grupo A02, com seis pontos e saldo de quatro positivo - ao menos até daqui a pouco, quando o Real Desportivo, que tem três, recebe o Santos-AP, no estádio Valerião, em Vilhena. Já o Galvez fica em último, sem nenhum ponto somado, oito gols sofridos e saldo de quatro gols negativos.

Primeiro tempo

A primeira etapa foi de domínio completo do Gavião do Norte, tanto que a primeira chance veio logo aos três minutos. Negueba recebeu na esquerda, cruzou na área, mas Hamilton furou e desperdiçou boa chance. Um minuto depois, foi Derlan que levou perigo. Ele tabelou com Rossini na direita e soltoiu o canudo de fora da área, mas viu a bola sair por cima do travessão. O Manaus seguiu trocando passes, mas finalizando principalmente de fora da área. Uma vez com Spice, aos 11, e outra mais perigosa com Panda, aos 17.

Com controle absoluto, o Manaus enfim abriu o placar aos 24. Derlan sofreu falta na direita, Rossini cobrou no segundo pau, e Mateus Oliveira cabeceou como manda o regulamento: 1 a 0. O Gavião relaxou e ainda perdeu o machucado Patrick Borges para entrada de Martony. Ainda assim não levou susto e conseguiu aumentar a contagem antes do apito parcial. Derlan roubou a bola no meio, tabelou com Mateus Oliveira, entrou na área e deslocou Tiago Rocha para fazer o segundo, aos 40. O Manaus ainda chegou outras duas vezes, com Mateus Oliveira e Negueba, mas não o suficiente para alterar o placar.

Segundo tempo

Atrás do placar e sem nada a perder, Zé Marco entrou com Ciel no lugar de Daniego. Esboçou uma reação, mas não durou nem 10 minutos. Melhor: nem sete minutos. Após falta cobrada pelo Galvez, no ataque, Mateus Oliveira recebeu lançamento longo do campo defensivo, avançou em velocidade pelo meio, driblou o goleiro e empurrou para o gol vazio. Destaque do rime, Mateus Oliveira deu lugar a Sávio aos 16. Aos 22, o Imperador diminuiu. Adriano recebeu passe dentro da área, tirou de Jonathan e fez o gol de honra.

O gol desestabilizou o Gavião, que passou a assistir o Galvez jogar. Os acrenos levaram perigo com Renato, aos 32, e Reginaldo, aos 36, mas, mesmo inferior, o Gavião ainda ampliou aos 41. Após contra-ataque fulminante, Jean Carlos recebeu passe de Sávio e marcou o quarto. Ainda dava tempo para mais gols. Adriano, de novo ele, fez grande jogada individual e descontou, aos 46. No apagar das luzes, em mais um contra-ataque rápido, Jean Carlos fechou a conta.

Próxima rodada

Líder provisório, o Manaus volta a campo pela terceira rodada, de novo em casa, na Colina, contra o Real Ariqumes, em jogo que pode valer a liderança definitiva. A partida será no sábado, dia 18, às 18h. Já o Galvez vai jogar a vida contra o Santos-AP, no mesmo dia, mas no estádio Zerão, em Macapá. O confronto será às 16h.

Foto: Marcos Dantas
Fonte: Globoesporte.com
 


© Copyright 2004 - 2019 / Todos os direitos reservados a Futebol do Norte