Notícias
​Árbitro amazonense culpa auxiliar por 'cagada' em súmula na Série D
Brasileirão
10.05.2019 - 10:43 - Amazonas

Depois de tirar a vitória do Moto Club por 2 a 0 sobre o Atlético Roraima e inverter o placar em súmula do jogo, válido pela estreia de ambos na Série D do Brasileirão, o árbitro amazonense Antônio Carlos Pequeno Frutuoso culpou o quarto árbitro Ivan da Silva Guimarães Júnior pela confusão.

Frutuoso, em entrevista concedida ao GloboEsporte.com, afirmou que deixou o auxiliar como responsável pelas anotações no documento oficial. Ainda disse, exatamente com essas palavras, "que pagou o pato de pato lambanceiro" após o quarto árbitro fazer 'toda a cagada".

- O Moto Club tinha feito 2 a 0 no primeiro tempo, gol do camisa 10 e outro do 9. Quando entrei para o vestiário, o meu quarto árbitro, Ivan da Silva Guimarães Júnior, ficou fazendo a súmula e não sei de onde ele tirou essas mudanças. Colocou o 10 e o 8 como autores dos gols do Atlético de Roraima, enquanto eu fui tomar banho - disse o árbitro, que completou em seguida.

- Quando troquei de roupa, a súmula já foi postada, finalizada sem a minha devida observação. A súmula foi postada devido um erro do meu quarto árbitro. Traduzindo: meu quarto árbitro faz a cagada toda na súmula, e eu pago o pato de lambanceiro - afirmou.

O Moto Club abriu 2 a 0 logo no primeiro tempo e venceu a partida, em Boa Vista, com gols de Vinícius Paquetá e Bruno Guimarães.

Frutuoso conta que, após quatro horas, percebeu o erro e enviou uma retificação para a CBF, que posteriormente corrigiu o placar no site - apesar de que, até a publicação dessa reportagem, a tabela seguir inalterada, com Moto na lanterna e Atlético na liderança .

- Não fiz a devida conferência. Já procurei motivo e não sei porque ele fez isso. Quando eu percebi o erro, quatro horas depois do jogo, eu acessei o site da CBF e a súmula já havia sido postada. Entrei em contato com o suporte para me dar autorização para refazer a súmula, mas já estava fora do sistema. No dia seguinte, eu fiz um adendo comunicando a CBF sobre a irregularidade - finalizou.

Questionado sobre o assunto, o quarto árbitro Ivan da Silva Guimarães Júnior disse que não poderia dar entrevista por falta de autorização, mas deixou claro, em poucas palavras, que o caso já ficou no passado e que o seu pensamento está no próximo jogo.

Erro de digitação

O presidente do Comissão Estadual dos Árbitros de Futebol do Amazonas (Ceaf-AM), Vladimir Bastos, disse que a situação não passa de um erro de digitação e que tudo foi resolvido.

- Ele não fez a súmula errada. Foi apenas um erro de digitação na hora de enviar o documento para a CBF. Está tudo resolvido. Eles vão atuar nessa rodada do brasileiro - falou.

Foto: Alexandre Almeida
Fonte: Globoesporte.com
 


© Copyright 2004 - 2019 / Todos os direitos reservados ao Futebol do Norte