Notícias
Feminino: Iranduba goleia CDC Manicoré e vai à final
Amazonense-2018
10.10.2018 - 20:26 - Amazonas

O Iranduba encarou o CDC Manicoré nesta quarta, às 15h, no CT do Nacional, pela segunda rodada do Campeonato Amazonense. E o Hulk da Amazônia não tomou conhecimento das adversárias e venceu por 7 a 0. Destaque foi para a atacante Luana Grabias, que fez três. Os outros foram marcados por Kélen, Djeni, Moara e Eduarda.

Com o resultado, e a vitória do 3B sobre o Atlético Amazonense, o Iranduba garantiu a classificação com uma rodada de antecedência. Mas antes disso, tem um último compromisso na fase de classificação contra as Feras, na sexta, às 18h, na Arena da Amazônia. A partida vale a liderança da competição, já que as duas equipes estão classificadas para a final.

O jogo

O Iranduba, que ganhou a primeira partida do torneio por 5 a 0, após o árbitro acabar o jogo por falta de atletas na equipe do Atlético Amazonense, fez a primeira partida completa sob o comando de Igor Cearense. E fez valer a força do seu elenco e não deu chances para o CDC.

Desde o início do jogo dominogu a partida. A equipe treinada por Igor Cearense procurava o gol a todo instante, aproveitando o posicionamento defensivo do CDC Manicoré, que tentava os contra-ataques. As melhores chances do Hulk saiam dos pés da meia Luana Grabias.

Nos 20 primeiros minutos, o Iranduba ficou perto de marcar em cinco oportunidades claras, desperdiçadas pelo time. Aos 25 minutos, em chute de fora da área, a atacante Kélen acertou a trave. As "Guerreiras Mani" do CDC conseguiram segurar o placar até os 32 do primeiro tempo, quando em chute da entrada da área, Luana Grabias abriu o placar.

Aos 41, em bela arrancada de Kélen pela esquerda, a atacante entrou na área e tocou para trás. A bola ficou com Djeni, que acertou um belo chute no ângulo direito. Ainda deu tempo para Grabias perder um gol debaixo da trave aos 45 minutos.

Segundo tempo

O começo do segundo tempo mostrou que o jogo seria diferente. O CDC conseguiu seu primeiro chute ao gol da goleira Rubi aos 5 minutos. O que as Guerreiras Mani não esperavam é que no contra-ataque, o Iranduba faria o terceiro com Luana Grabias, o segundo dela no jogo. Aos 7 minutos, em outro ataque, o Iranduba chegou ao quarto gol em chute cruzado de dentro da área com a atacante Kélen.

A artilheira da tarde, Luana Gabrias, fez o quinto do Hulk, seu terceiro gol na partida, em mais um chute de fora da área. Aos 13 minutos, Moara, que vivia uma seca de gols, marcou o sexto do Iranduba após cruzamento rasteiro da capitã Djeni. Aos 22 minutos, após sobra de bola dentro da área, Eduarda Pavão marcou o sétimo do Iranduba.

Foto: Rômulo Almeida
Fonte: Globoesporte.com
 
© Copyright 2004 - 2018 / Todos os direitos reservados a Futebol do Norte