Notícias
Jogo é interrompido após torcida atirar pedras em campo
Segunda Divisão
13.10.2017 - 10:00 - Tocantins

A partida entre União e Capital disputada na tarde desta quinta-feira (12) pelo Estadual Sub-19 do Tocantins foi interrompida porque torcedores descontentes estavam jogando pedras no gramado. O problema aconteceu em um campo da Arno 43, na região norte de Palmas. No local, apenas uma cerca divide o campo dos torcedores e das avenidas da cidade.

O jogo foi interrompido aos 40 minutos do segundo tempo, após o assistente 2, Luan Machado, reclamar que torcedores estavam jogando pedras desde o início da partida. A Polícia Militar não estava no local.

- Só fui informado pelo assistente que tinha torcedor que estava de fora do alambrado jogando pedra nele. E como o policiamento não estava presente no momento, por falta de segurança tive que paralisar o jogo, mas no final deu tudo certo. O policiamento chegou aí reiniciamos o jogo e terminou normalmente - disse Jânio Pires, árbitro do jogo.

A partida ficou parada por pelo menos 15 minutos, até que o carro da polícia voltou para o campo. Conforme o técnico do União de Palmas, Jonh Eberth, não houve pedras arremessadas em direção a ninguém. O jogo teve ainda uma expulsão em cada time e muitas faltas. O placar do jogo terminou em 0 a 0.

- Ninguém jogou pedra não. Cadê a pedra? isso é mentira - comentou o treinador.

A partida de volta está marcada para o próximo domingo (15) novamente no campo da Arno 43, na região norte de Palmas. O vencedor do Estadual-Sub 19 garante uma vaga na Copa São Paulo de Futebol Junior de 2019.

Foto: Reprodução/TV Anhanguera
Fonte: Globoesporte.com
 
© Copyright 2004 - 2017 / Todos os direitos reservados a Futebol do Norte