Entrevistas
Ex-jogador Barró lembra da carreira no futebol

Com grandes passagens por vários clubes do futebol paraense, o ex-jogador Barró teve uma grande dor na sua carreira, com o fim precoce da sua carreira, após uma grave lesão sofrida na equipe do Bacabal, mas apesar da saída repentina da carreira, houve grandes momentos para o atleta.

“Fui dar um carrinho e a minha chuteira ficou no gramado, pois a grama era alta onde atuei e com isso, eu acabei quebrando o tornozelo. Foi uma dor muito grande e acabei desmaiando e apesar de realizar todos os procedimentos médicos, o receio foi mais alto e acabei parando de jogar”, revelou o ex-jogador, em conversa com o portal DOL.

Barró atuou em clubes como Valeriodoce-MG, Imperatriz-MA, Ferroviário-PE, Tuna e outras equipes, mas foi em três equipes em que o jogador se destacou: Castanhal, Santa Rosa e Paysandu tem um lugar especial no coração do ex-atleta, que atualmente é consultor de negócios.

“No Santa Rosa, eu joguei contra o Remo e marquei um gol, no Parazão de 96 e aquele gol foi especial, em um time que era muito bom e tinha como treinador Fernando Carioca. O Castanhal em 99 formou um grande time e brigamos com Remo e Paysandu pelo título e infelizmente não fiquei em 2000, na campanha do vice-campeonato”.

A sua participação no Parazão 96 pelo Santa Rosa lhe rendeu contrato com o Paysandu para disputar o Campeonato Brasileiro. “ Eu realizei um sonho de jogar pelo Paysandu, foi uma honra muito grande de atuar no clube e no Paysandu, foi o meu melhor jogo, contra o Santa Cruz, em 96 onde marquei o Piqueti e fui elogiado como melhor em campo”, finalizou.

 


© Copyright 2004 - 2019 / Todos os direitos reservados ao Futebol do Norte