Colunistas
Famosos na Série D
por Francisco Dandão



As quatro divisões do futebol brasileiro, com a participação de mais de 120 times, espalhados pelos mais distintos rincões do país, conseguem abranger uma enorme quantidade de jogadores. Tem super craque, candidato a craque, cabeças de bagre e um tanto que só quer mesmo continuar em ação.

Dessa turma que, aparentemente, só quer mesmo continuar em ação, independente do time que defende, figura um bom número de jogadores que disputam a Série D (a chamada quarta divisão), mas que já estiveram nas principais vitrines do futebol brasileiro, em clubes de pleno destaque.

Por esses dias, eu fui pescar na galáxia da internet os nomes dessas antigas “feras” que gastam a sua bola pelo interior do país na Série D de 2020 do Campeonato Brasileiro de Futebol, cruzando os ares e percorrendo as estradas, de Norte a Sul e de Leste a Oeste, passando pelo Centro Oeste.

E nessa pescaria descobri uma série de nomes de altíssima qualidade que até pouco tempo atrás frequentava as primeiras páginas dos jornais, por conta da sua técnica apurada. Uma legião de atletas outrora famosos. A começar pelo goleiro Bruno, que hoje defende o Rio Branco do Acre.

Cada um tem a sua história e os seus motivos para descer tanto na escala do futebol brasileiro. Alguns a gente sabe muito bem o que aconteceu. Outros, só mesmo, talvez, os familiares e os fãs mais ardorosos é que podem saber. Não levantei as histórias. Assim, vou apenas citar alguns nomes.

A saber: Fernando Henrique (goleiro que já venceu a Série A e a Copa do Brasil), ex-atleta, entre outros, do Fluminense e do Ceará, jogando a Série D pelo Brasiliense-DF. E na companhia dele, no mesmo time, encontra-se ainda o Douglas (ex-Grêmio) e o Maicon (ex, inclusive, Inter de Milão).

Outros nomes: Magno Alves (ex-Fluminense), no Atlético-BA; Jobson (ex-Botafogo), no Campinense; Wellington Saci (ex-Corinthians), no Joinville; Bruno Aguiar (ex-Santos), no Novorizontino; Gladstone (ex-Palmeiras), no Vitória-ES; Edno (ex-Corinthians), no Brasiliense etc.

A lista é tão grande que dá até para fazer mais de uma seleção de famosos. Vejamos uma dessas seleções: Bruno; Maicon, Gladstone, Bruno Aguiar e Emerson (Gama); Radamés (Brasiliense), Marcelo Mattos (Bangu) e Edno; Zé Love (Brasiliense), Neto Baiano (Brasiliense) e Betinho (Altos-PI).

Eu penso que se um dia a CBF resolver criar a quinta divisão, muita gente boa vai migrar pra lá também. É isso. Que venha, então, a quinta divisão. No mais é só conferir o quanto esses caras todos ainda estão jogando. E saber que apesar das queimadas ainda existe uma primavera!

 


© Copyright 2004 - 2020 / Todos os direitos reservados ao Futebol do Norte