Colunistas
Freipaulistano e Afogados
por Francisco Dandão



A Confederação Brasileira de Futebol divulgou no meio dessa semana a tabela da Copa do Brasil, o torneio mais cobiçado e inclusivo do país. Cobiçado por causa dos ótimos valores que distribui para os participantes. E inclusivo porque dá oportunidade a times dos mais diferentes quadrantes.

No que diz respeito a valores, as cotas são tão boas que dá para um time desses dos “cafundós do Judas”, desses que entram na Série D (no máximo) e só apanham, de quitar vários meses das suas respectivas folhas de pagamento. É uma grana boa, maior do que qualquer eventual patrocínio.

Com relação ao inclusivo que eu citei lá no primeiro parágrafo, a cada edição entram inúmeros times dos quais grande parte dos torcedores brasileiros jamais ouviu falar. Times que são importantes nos seus locais, mas que ainda não conseguiram alguma visibilidade além fronteiras.

Eu, por exemplo, sempre me surpreendo com um convidado novo do qual eu não sei nada. E, claro, vou passar a saber e me interessar pelo dito cujo a partir da participação dele na Copa do Brasil. Não fosse isso, eu continuaria navegando na minha ignorância, seja isso um bem ou um mal.

Na próxima edição do torneio, que vai começar na primeira quinzena de fevereiro, seguindo essa linha de apresentação anual de ilustres desconhecidos, eu fiquei sabendo que em Sergipe, na cidade de Frei Paulo, distante 80 Km da capital, existe um time denominado Freipaulistano.

Só os sergipanos e os vizinhos destes é que sabiam da existência do Freipaulistano. Agora o país todo passou a saber, a partir da divulgação da tabela da Copa do Brasil. Fundado em 2016, conforme vi na internet, o time vai receber o Clube do Remo. E a partir daí tentar conquistar o mundo.

Eu também não conhecia o Afogados da Ingazeira, da cidade do mesmo nome, distante quase 400 Km da capital Recife. Tive que ir à rede mundial de computadores para saber alguma coisa desse time pernambucano, fundado em 2013. E fiquei sabendo que o time é forte.

Tão forte que terminou o campeonato estadual de 2019 em terceiro lugar, atrás apenas dos tradicionais Sport (campeão) e Náutico (vice). E que foi declarado campeão do interior neste mesmo ano. O Afogados vai jogar contra o Atlético-AC. E também, a partir daí, tentar conquistar o mundo.

A Copa do Brasil é um barato. Proporciona conhecimento e ainda permite que todos ganhem. Participar dela já é um prêmio para muitos. E se um time desses de muito além daquela serra passar, eventualmente, para uma segunda fase, aí é a glória total. Bem vindos, Freipaulistano e Afogados!

 


© Copyright 2004 - 2020 / Todos os direitos reservados ao Futebol do Norte